15/08/2015

Famílias agricultoras ganham biodigestores em Apodi‏


Famílias agricultoras de Apodi, no Oeste Potiguar, vão dizer “adeus” aos gastos mensais com gás de cozinha. No próximo dia 19, a ONG Diaconia inicia a construção de cinco novos biodigestores sertanejos no município. Os equipamentos são financiados pela Ajuda da Igreja Norueguesa, através do projeto NCA Ambiental, e estarão prontos já na primeira quinzena de setembro.

Desde 2011, a Diaconia já instalou 122 biodigestores nos municípios potiguares de Doutor Severiano, Paus dos Ferros, Rafael Fernandes, Apodi, Caraúbas, Rafael Godeiro, Alexandria e Umarizal. “Vamos beneficiar mais 16 famílias este ano. Até dezembro, chegaremos a 136 biodigestores implantados na região”, disse o auxiliar técnico da Diaconia, Edson Silva, responsável por instalar a tecnologia no Oeste Potiguar.

O biodigestor sertanejo é uma tecnologia social de convivência com o Semiárido, adaptada pela Diaconia, que utiliza esterco de animais para gerar gás de cozinha e biofertilizantes. Ao substituir o botijão de gás pelo equipamento, as famílias agricultoras economizam, em média, R$ 50 por mês, e contribuem diretamente para a conservação do meio ambiente, já que o biogás é 23 vezes menos poluente do que o chamado Gás Liquefeito de Petróleo (GLP). 

Em Apodi, a construção e instalação dos equipamentos têm conclusão prevista para o dia 15 de setembro. “Mas, seguiremos no município até o fim do ano, com capacitações praticas para as famílias utilizarem a tecnologia”, informou Silva.
Anterior Proxima Página inicial