10/07/2015

Suspeito de atirar em delegado da Paraíba é preso no litoral potiguar


Ivamar Paiva Barreto foi preso na praia de Muriú, litoral Norte potiguar (Foto: Luiz Beserra/Inter TV Cabugi)

Foi preso nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (10), em uma praia no litoral Norte potiguar, o suspeito de ter atirado no delegado Leonardo Machado, crime ocorrido em junho deste ano na cidade de Uiraúna, no Sertão paraibano. 

A operação que prendeu o comerciante Ivamar Paiva Barreto foi realizada por agentes da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) do Rio Grande do Norte com apoio de policiais civis da Paraíba. O suspeito nega ter baleado o delegado.

De acordo com a delegada Sheila Freitas, o comerciante foi preso na praia de Muriú, que fica a pouco mais de 40 quilômetros de Natal. Em junho deste ano, policiais dos dois estados já haviam tentado encontrar e prender Ivamar. A operação aconteceu na cidade de Pilões, na região Oeste do Rio Grande do Norte. Na ocasião, o suspeito conseguiu escapar.

Crime banal
O delegado Leonardo Machado, de 37 anos, foi baleado em uma praça e, de acordo com a Polícia Civil, o crime teria sido motivado por uma discussão por causa de uma fila de supermercado.

Segundo as investigações, a vítima discutiu com outro homem e, quando saiu do estabelecimento, foi atingido por dois tiros, no abdômen e na cabeça. Um segundo homem teria ajudado na fuga. O estado de saúde do delegado ainda é considerado grave.

O delegado-geral da Paraíba, João Alves, analisa que a motivação do crime foi banal. "Uma discussão entre o delegado e a pessoa que o atingiu, segundo informações do dono da loja, por causa da fila: um passou na frente do outro", diz. João Alves conta que o suspeito saiu da loja, o delegado ficou na fila e quando saiu para encontrar a mulher e os filhos, o homem efetuou dois disparos contra ele.
 
Delegado baleado no Sertão foi transferido para o Hospital de Trauma de João Pessoa (Foto: Reprodução/TV Paraíba)
Anterior Proxima Página inicial