23/03/2015

Politicagem pode tirar Marcio Morais da coordenação do CDP Apodi


A Coordenação do Centro de Detenção Provisória de Apodi (CDP), ocupada hoje pelo jornalista e agente penitenciário, Marcio Morais, deverá ganhar um novo titular, pelo menos é o que tem se comentado nos bastidores da política apodiense.

A saída do agente Marcio Morais, da coordenação da unidade prisional, estaria sendo patrocinado por pessoas ligadas diretamente ao prefeito de Apodi, em vingança pelo fato de Marcio Morais, ter sido adversário político do prefeito nas duas últimas eleições no município de Apodi.

Fontes ligadas à Segurança de Apodi garantem que a direção do CDP da cidade teria sido oferecida á um soldado PM lotado na 2 Companhia de Policia Militar, local. Mas, o policial não tinha aceitado por que a gratificação era de apenas R$ 500,00. A reportagem apurou que os diretores de CDps do Estado estão com sete meses de gratificação do governo Rosalba Ciarlini e quase dois do atual governador Robinson Faria, atrasados.

Mesmo o trabalho realizado no CDP Apodi sendo referencia para o Sistema Penitenciário do Rio Grande do Norte ao ponto de ser elogiados por juízes, promotores, advogados, familiares de internos, comunidade e destacado na Assembléia Legislativa pelo vice-presidente da casa, deputado Gustavo Carvalho como sendo um CDP modelo no RN, o trabalho do agente Marcio Morais, à frente do estabelecimento estaria com os dias contados.

O corregedor geral de Justiça, desembargador Saraiva Sobrinho, representou o presidente do TJRN, desembargador Claudio Santos, no evento de inauguração do CDP de Apodi, ocorrido no dia (5) de fevereiro. Saraiva Sobrinho parabenizou a iniciativa, defendendo que a experiência possa ser multiplicada nos demais Centros de Detenção do RN. Defendeu também que o projeto arquitetônico executado no CDP Apodi seja utilizado como modelo nas demais unidades, garantindo o alto padrão ali alcançado e na ocasião destacou o trabalho de Marcio Morais, juíza Kátia Guedes e do promotor Silvio Brito, momentos em que todos foram homenageados pela Câmara Municipal de Apodi pelos relevantes serviços.

Na unidade, são realizados vários projetos. Os internos participam de cultos, missas, palestras educativas, realizam mutirão de limpeza no Hospital Regional Hélio Morais Marinho e algumas escolas do município. Os apenados também participam de confraternizações e ainda contam com sistema de TV por assinatura em todas as celas.

Atualmente, a unidade esta custodiando mais de 60 detentos que cumprem pena nos regimes fechado e semiaberto. Os apenados são dos municípios de Severiano Melo, Itaú, Rodolfo Fernandes, Felipe Guerra e Apodi. O trabalho do CDP Apodi vem se destacando e elogiado por autoridades da área prisional, judiciário, Ministério Publico e considerável setor da classe política.

A reportagem tentou um contato com o agente penitenciário Marcio Morais, para comentar sobre sua suposta saída do cargo, porem não obteve sucesso.


Fonte: Sidney Silva.
Anterior Proxima Página inicial