21/01/2015

Cinco pessoas são mortas a tiros em menos de 10 horas na Grande Natal


Em um dos crimes, em São Gonçalo do Amarante, vítima foi assassinada na frente da residência onde morava (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

Cinco pessoas foram assassinadas entre a noite da terça-feira (20) e a madrugada desta quarta-feira (21) na Grande Natal. Segundo a Polícia Militar, as vítimas foram mortas em um intervalo de menos de 10 horas. Ninguém foi preso.

O primeiro dos cinco homicídios foi registrado na BR-406, próximo ao viaduto que dá acesso ao Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante. José Eliseu Carvalho de Araújo, de 34 anos, trabalhava como vigilante em uma empresa terceirizada que prestava serviços para o INSS de Ceará-Mirim. Ele estava em uma moto quando foi baleado. Segundo o sargento José Basílio, a vítima sofreu vários tiros, inclusive na cabeça, o que caracteriza crime de execução.

Ainda em São Gonçalo do Amarante, no bairro Golandim, um homem foi assassinado na frente da residência onde morava. O crime aconteceu na rua Nossa Senhora de Aparecida. Identificado por Clésio Jerônimo da Costa, de 50 anos, a vítima era ex-taxista, e atualmente trabalhava como operário da construção civil. A Polícia Civil apurou que Clésio pode ter sido morto por ordem de traficantes da região. Há informações de que alguém, morador da vizinhança, teria denunciado o funcionamento de um ponto de venda de drogas na região.

Já em Natal, no bairro Tirol, um dos mais nobres da cidade, um homem foi encontrado morto na rua José Barreira Silva Verde. A Polícia Civil achou um rodo usado por limpadores de carro e vestígios de drogas próximo ao corpo. Segundo os peritos do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep), o homem foi morto por espancamento. O corpo da vítima ainda não foi identificado.

Também na capital, no bairro de Lagoa Seca, a vítima foi um rapaz. Ao lado do corpo do jovem, que também não foi identificado até o momento, os policiais encontraram uma arma de fabricação caseira. De acordo com o sargento Marcos Dionísio, o jovem é suspeito de ter participado de um assalto na região. “Ele estaria na companhia de outro rapaz, que conseguiu fugir. Alguém reagiu e atirou”, relatou.

Por fim, já na madrugada desta quarta-feira, a Polícia Militar registrou um assassinato em Parnamirim, também cidade da região Metropolitana da capital. O crime aconteceu no bairro de Nova Esperança. Francisco de Assis Paigino de Lima, de 21 anos, foi morto na frente da casa em que morava, na rua São Paulo. Segundo o sargento Reinaldo, do 5º Batalhão da PM, ainda não se sabe os motivos que levaram ao homicídio do rapaz.
Anterior Proxima Página inicial