06/05/2014

Para Gustavo Fernandes, insegurança jurídica atrapalhou campanha de Larissa em Mossoró


O deputado estadual Gustavo Fernandes (PMDB) analisou o resultado da eleição suplementar de Mossoró, ocorrida no último domingo (4), em entrevista ao Programa Espaço Cidadão, apresentado pelo jornalista Robson Carvalho, da TV União, na noite desta segunda-feira (5). O peemedebista atribuiu a derrota da deputada estadual Larissa Rosado (PSB) à insegurança jurídica à qual estava submetida sua candidatura.

“A eleição suplementar de Mossoró foi atípica. A insegurança jurídica atrapalhou a candidatura de Larissa. Ela teve a votação da eleição de 2012 reduzida quase pela metade devido a isso. Foi um pleito que teve mais de 30 mil abstenções, 15 mil votos nulos. Muitos fatores fora do comum. A indefinição jurídica foi um fator decisivo. O povo tinha medo de Larissa ganhar e não poder assumir”, avaliou o deputado.

Na visão de Gustavo Fernandes, o resultado do pleito terá poucos reflexos no cenário que se desenha para as eleições estaduais deste ano. “A eleição estadual tem outra conotação. A própria ex-prefeita Fafá Rosado, que apoiou Silveira Júnior (PSD), é do PMDB e vai apoiar Henrique para governador”, avaliou. 

Questionado se o PSD do vice-governador Robinson Faria sai fortalecido para a disputa de outubro com a vitória em Mossoró, Fernandes lembrou que a maioria das lideranças do Estado apoiará o deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB) na disputa pelo governo. Ele destacou também que a história política do estado mostrou no passado que a Prefeitura de Mossoró não foi decisiva como pregam os adversários de Henrique. 

“O ministro Garibaldi foi eleito governador em 1994 e reeleito em 1998 tendo apoiado os candidatos que perderam as eleições municipais anteriores aos respectivos pleitos em Mossoró. Em 2006, quando teve o apoio da então prefeita Fafá Rosado, Garibaldi perdeu a campanha. Então, isso mostra que a eleição estadual não está atrelada ao grupo que vence em Mossoró. A história política do nosso estado mostrou isso”, reforçou. 

Gustavo comentou ainda que o PMDB, o PSB, o PROS, o PR e os demais partidos que defenderam um novo projeto para o Rio Grande do Norte estão realizando reuniões, para ouvir as bases, montar um plano de governo com base nas reivindicações populares e discutir estratégias para as eleições que se aproximam.

Assessoria de Imprensa Gabinete do deputado estadual Gustavo Fernandes
Allan Darlyson
Jornalista

Twitter: @DepGustavoPMDB
Anterior Proxima Página inicial
Postar um comentário