19/03/2014

RN: mais de 150 celulares foram apreendidos em um único presídio no período de 3 meses.


Mais de 150 telefones celulares foram apreendidos em pouco mais de três meses dentro do Presídio Rogério Coutinho Madruga. O prédio fica em Nísia Floresta e é anexo à Penitenciária Estadual de Alcaçuz – maior unidade prisional do Rio Grande do Norte. Na média, significa dizer que mais de um telefone entra por dia no presídio. A informação foi revelada ao G1 pelo próprio diretor da unidade, o agente penitenciário Osvaldo Rossato.

Ainda de acordo com Rossato, do início de dezembro do ano passado até o momento, dezenas de armas artesanais também foram encontradas em poder dos detentos e três pessoas foram detidas tentando entrar no presídio com drogas. Durante a revista mais recente, realizada na manhã desta terça-feira (18), mais nove aparelhos celulares, fones de ouvido, chips e armas artesanais foram encontrados dentro da ala B.

Rossato explicou que o Rogério Coutinho Madruga poossui atualmente 390 presos distribuídos em quatro alas. Destes, 100 estão na ala onde foi feita a revista. “Já abrimos uma sindicância interna para apurar as responsabilidades”, afirmou.

Há uma semana, presos se amotinaram e tentaram evitar que os agentes penitenciários realizassem revistas nas alas B e D. Na ocasião, o diretor contou que um dos presos se excedeu e levou um tiro de bala de borracha na testa. O interno não teve o nome revelado, mas foi atendido e passa bem. A revista aconteceu e nada foi encontrado.

G1 RN
Anterior Proxima Página inicial
Postar um comentário