20/03/2014

Estados do Nordeste se unem para combater os ataques a agências bancárias


Os estados do Nordeste irão se unir para combater as ações das quadrilhas de assaltantes à agências bancárias e caixas eletrônicos.

A ideia é atuar nas divisas, dificultando o deslocamento das quadrilhas de um estado para o outro, junto com melhorias de segurança por parte dos bancos.

Assim, os policiais devem atuar quando as agências e bancos estiverem sendo abastecidos.

As medidas de segurança para evitar novos ataques foram publicadas, em edição especial na última segunda-feira (17) no portal UOL, que divulgou os números de ocorrências, sendo: 46 casos na Bahia, 31 na Paraíba; 25 em Alagoas; Maranhão com 21 casos; 14 no Ceará; Pernambuco com seis, Piauí com três e, até o momento, no Rio Grande do Norte, a polícia não tem nenhum dado oficial registrado, mas nove ocorrências já foram registradas só este ano.

No início dos anos 80 até o final de 2000 as agências do Nordeste sofriam com intensos ataques dessas quadrilhas, mas foi diminuída graças ao trabalho duro de desarticulação das quadrilhas que atuavam em diversas regiões dos estados do Nordeste.

Atualmente, as quadrilhas se organizam para assaltar agências em horários de pouco movimento, principalmente na madrugada, quando não estouram os cofres das agências com dinamites ou arrombam os caixas eletrônicos com maçaricos.

Fonte: Marcos Silva/CIPM Currais Novos
Anterior Proxima Página inicial
Postar um comentário