15/01/2014

Mulher esconde droga na vagina e é presa após revista em presídio do RN


Suspeita tentava entrar no presídio com 82 gramas
(Foto: Divulgação/Direção de Alcaçuz)

Uma mulher foi presa com 82 gramas de maconha escondidas na vagina na manhã desta quarta-feira (15) na penitenciária estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, maior unidade prisional do Rio Grande do Norte. A suspeita é companheira de um detento que cumpre pena por tráfico de drogas e assalto.

A intenção, segundo a diretora da penitenciária, Dinorá Simas, era comercializar a droga dentro da unidade prisional. "Isso já vinha sendo feito por ela. Descobrimos e desta vez a pegamos nesta quarta, dia de vítima íntima", explica.

Dinorá relata que a suspeita ficou nervosa e não conseguiu fazer o procedimento para a revista. "Então disse que a levaríamos para o Itep (Instituto Técnico-Científico de Polícia) e que sabíamos sobre a droga. Ela passou mal, mas decidiu retirar o material", conta.

A maconha seria comercializada dentro da penitenciária. "Cinco gramas custam R$ 50. É muito dinheiro", revela a diretora de Alcaçuz. O detento, que passaria do regime fechado para o semiaberto nesta quinta-feira (16), recebeu uma sanção disciplinar de 30 dias. O processo também foi enviado à Justiça, que decidirá se o preso continuará em regime fechado.
Anterior Proxima Página inicial
Postar um comentário