07/04/2015

Projeto exemplo de ampliação do presídio de Apodi foi no AR ontem pelo Jornal Nacional


O diretor do presídio de Apodi, jornalista Márcio Morais, colhe os frutos de seu trabalho. O projeto de construção de uma cadeia a partir de doações da comunidade e com mão de obra carcerária foi destaque ontem no Jornal Nacional da Rede Globo. Clique aqui e veja a reportagem no JN

O novo espaço, construído pelos presos, quatro vezes maior que o anterior onde os detentos dividiam colchões e redes, conta agora com beliches, com camas individuais. O presídio anterior, com capacidade para 15 pessoas, abrigava 46. A cadeia foi construída em 8 meses, sem repasses do poder público.

Foram parceiros do projeto do diretor do presídio, a Justiça, o Ministério Público, empresas e uma organização não-governamental. A obra custou R$ 150 mil, dos quais R$ 110 mil foram oriundos de pagamentos de penas pecuniárias à Comarca de Apodi, que repassou ao projeto. O projeto arquitetônico foi doado pelo Ministério Público e os empresários doaram material de construção.
Anterior Proxima Página inicial