09/02/2015

Presos do CDP Apodi são transferidos para o novo pavilhão


Quase 50 presos que cumprem pena em regime fechado, no Centro de Detenção Provisória de Apodi: Agente Ronilson Alves da Silva foi transferido da carceragem velha para o novo pavilhão do estabelecimento penitenciário, construído recentemente e inaugurado no ultimo dia 05 de fevereiro em solenidade bastante concorrida.

A transferência dos apenados aconteceu e forma pacífica, fora feita pelos agentes penitenciários que atuma na unidade com o apoio de policiais da Delegacia de Policia Civil, Grupo Tático Operacional (GTO), Radio Patrulha da 2ª Companhia de Policia Militar de Apodi.

A nova ala, do CDP Apodi é composta de sete celas, com capacidade para 08 detentos e uma com 12 vagas (totalizando 60 vagas), são equipadas com espaços para higiene dos detentos, pequenas janelas para entrada de vento, coberto com grades de aço para banho de sol dos presos. Os apenados terão acesso à programação de TV por assinatura, paga pelos próprios presos.

A nova carceragem deve atender o problema atual da superlotação da cadeia da Comarca de Apodi, formada pelos municípios de Felipe Guerra, Itaú, Rodolfo Fernandes e Severiano Melo. 

A carceragem velha, com capacidade para apenas 15 presos, tinha 47 presos homens que cumpriam suas penas de forma quase que desumana. 

De acordo com o diretor do CDP Apodi, agente Márcio Morais, no novo pavilhão os presos vão ter que usar uma farda, sendo a camisa branca e o calção azul, não será permitida a entrada de cigarros, assim como já ocorre na Cadeia Pública de Nova Cruz, os apenados foram divididos por crimes. ”Agora temos celas específicas para quem praticou crime de trafico, homicídio, crime sexual, assalto/roubo, violência domestica e problemas relacionado ao atraso de pensão alimentícia”, comentou Márcio Morais.
Anterior Proxima Página inicial