17/12/2014

Suspeito de jogar corpos no 'poço do terror', na Grande Natal, é preso em SP


Bombeiros concretaram o 'poço do terror' em agosto de 2011 (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros do RN)

Um trabalho de investigação feito pela Polícia Civil do Rio Grande do Norte resultou na prisão de um dos suspeitos de envolvimento em crimes de homicídio e ocultação de cadáveres em Parnamirim, cidade da Grande Natal, no caso conhecido como o 'poço do terror'.
Klebson Samuel de Araújo Silva foi preso em Osasco
(Foto: Divulgação/Polícia Civil do RN)

Klebson Samuel de Araújo Silva foi preso no dia 11 deste mês na cidade de Osasco, em São Paulo. Segundo a Polícia Civil, contra ele havia um mandado de prisão expedido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Parnamirim.

O 'poço do terror' foi descoberto em agosto de 2011 em um terreno baldio no bairro de Passagem de Areia, em Parnamirim. As investigações revelaram que cinco homens e dois adolescentes matavam as vítimas e as jogavam dentro do cacimbão, um poço com cerca de 24 metros de profundidade. Na ocasião, três corpos foram encontrados.

Na época, as investigações conduzidas pelo delegado Graciliano Lordão levaram três homens para a cadeia. Com a prisão de Samuel, um dos suspeitos ainda continua foragido.
Anterior Proxima Página inicial