05/10/2014

Fátima, do PT, é eleita senadora pelo Rio Grande do Norte


Fátima Bezerra é eleita senadora pelo Rio Grande
do Norte (Foto: Rayane Mainara)

O Rio Grande do Norte elegeu Fátima Bezerra (PT) para o Senado. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, com 98% dos votos válidos apurados, ela teve 54,89% dos votos válidos, o que equivale a 794.183 votos. A candidata Vilma Maria de Faria (PSB) foi a segunda mais votada com 43,20% dos votos válidos (625.059 votos).

O RN teve quatro candidatos ao Senado. Além de Fátima e Vilma, concorreram a uma vaga Ana Célia (PSTU) e Lailson de Sousa (PSOL). O candidato Roberto Ronconi (PSL) teve o registro da candidatura cassado no dia 22 de setembro após a renúncia do candidato a 1º suplente, Ricardo Farias, a menos de 20 dias das eleições.

Após a apuração, Fátima disse que "o povo do Rio Grande do Norte faz história neste momento ao eleger uma senadora de origem popular". "A minha primeira palavra ao povo do Rio Grande do Norte é de agradecimento pela expressiva votação, por este gesto tão generoso que depositou na nossa luta. Isto aumenta mais ainda a nossa responsabilidade. Mas sempre digo que vou corresponder a esta confiança como sempre fiz, com seriedade, ética, compromisso. É um fato novo na política, uma quebra de paradigma. No nosso estado, o senado sempre foi ocupado por representantes das oligarquias, ex-governadores, ou políticos em fim de carreira. A minha vitória traz um fato novo que é eleger uma professora de origem modesta, que conseguiu ser deputada estadual e federal, e agora serei a senadora de todos, de todo o Rio Grande do Norte", declarou.

Fátima Bezerra nasceu em Nova Palmeira, na Paraíba, e se mudou para Natal para continuar os estudos, no início da década de 70. Fátima é professora e pedagoga. Iniciou sua trajetória política quando era estudante na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Participou do congresso que marcou a reconstrução da UNE, em Salvador, e do Encontro da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, realizado no Rio de Janeiro, que celebrou a volta de alguns exilados ao Brasil. Entrou para o magistério em 1980 e 1982 como professora da rede estadual e da prefeitura de Natal.

Filiada ao PT desde 1981, Fátima Bezerra elegeu-se deputada estadual por dois mandatos, em 1994 e 1998. Ela exerce o mandato de deputada federal desde 2002, quando foi eleita a deputada federal mais votada do RN. Em 2005, foi presidente da Comissão de Legislação Participativa da Câmara dos Deputados e é membro titular da Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados desde o seu primeiro mandato federal.

Campanha
Desde o início da campanha e com a divulgação de pesquisas de intenção de votos, ficou claro que a disputa pela vaga do Rio Grande do Norte no Senado Federal ficaria entre Fátima e Vilma. Durante um bom tempo, Vilma liderou as pesquisas.

Mas, nas últimas divulgações, já se previa um empate técnico, com vantagem para a candidata petista. Mesmo com essa bipolarização da disputa, a campanha no Rio Grande do Norte não foi de polêmicas.

Confira a votação dos candidatos (com 98% dos votos válidos apurados):
Fátima (PT): 54,89%
Vilma Maria de Faria (PSB): 43,20%
Professor Lailson (PSOL): 1,02%
Ana Celia (PSTU): 0,89%
Anterior Proxima Página inicial