19/08/2014

Publicada decisão que troca prefeito de Baraúna pela décima vez



Defato: O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio Grande do Norte publicou na manhã desta segunda-feira o Acórdão que afasta Luciana Oliveira, do PMDB, e Edson Barbosa (foto), respectivamente dos cargos de prefeito e vice de Baraúna.

A decisão deve ser comunicada ainda hoje o Cartório da 33a Zona Eleitoral, que vai notificar o presidente da Câmara Tertulo Alves, do PMN, para assumir interinamente o cargo, até que se realise novas eleições para escolher prefeito e vice prefeito para Baraúna. 

Tertulo Alves disse que esta é a quarta ou quinta vez que assume o município por determinação da Justiça. "Não movi processo contra ninguém. Foi eleito para vereador e posteriormente presidente da Câmara. Agora recebo este desafio de novo e não sou de fugir de minhas responsabilidades", diz. 

O quadro em Baraúna é muito complexo. O prefeito eleito em 2012 foi Isoares Martins, do PR, porém ele foi cassado pela Justiça Eleitoral em processo por abuso de poder econômico e compra de votos. Como ele não tirou mais de 50% dos votos, assumiu o segundo colocado. No caso, quem ficou em segundo lugar foi Luciana Oliveira e Edson Barbosa. Porém, Luciana e Edson também terminaram cassados três vezes pela Justiça Eleitoral e pelas as mesmas razões, devendo deixar os cargos para que se faça novas eleições. 

O município de Barauna, que tem cerca de 25 mil habitantes, está praticamente parado desde quando começou as cassações e os gestores afastados.
Anterior Proxima Página inicial