22/08/2014

'Por quê?', lamenta irmã de homem morto a marretadas na Grande Natal



"Meu irmão era um trabalhador. A pergunta que a gente faz é essa. Por quê?". O lamento é da irmã de José Janilson Rabelo, de 47 anos, espancado até a morte dentro da própria casa no bairro de Regomoleiro, em São Gonçalo do Amarante, cidade da Grande Natal. A entrevista foi concedida à Inter TV Cabugi.

Segundo a polícia Militar, o corpo foi encontrado pela mulher da vítima no final da tarde desta quinta-feira (21), assim que ela chegou do trabalho. Abalada, ela disse à polícia que o marido não tinha inimigos e não tem ideia do que possa ter motivado o crime.

Marreta encontrada próximo ao corpo
(Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi)

Ainda de acordo com a mulher, José Janilson Rabelo foi morto na sala de casa. Moradores da região ficaram chocados com o crime. O dono de um mercadinho disse que viu o vizinho chegar em casa sozinho, por volta das 16h.

Uma equipe da Delegacia Especializada de Homicídios (Dehom) foi chamada e encontrou uma marreta com manchas de sangue próximo ao corpo. Os policiais acreditam que a ferramenta tenha sido usada no crime. Segundo a mulher, nenhum objeto foi levado de dentro da casa e o portão da residência não tinha sinais de arrombamento.
Anterior Proxima Página inicial