05/06/2014

Mossoró: Adolescente é enterrado vivo por internos do Ceduc.


Imagem ilustrativa
O adolescente Emerson de Oliveira Santos, de 17 anos, de Macaíba, foi enterrado vivo no dia 19 de maio deste ano, perto do CEDUC, em Mossoró. Morreu por soterramento, asfixiado. Havia terra nos pulmões, informa o laudo do Instituto Técnico-científico de Policia (ITEP).

O caso foi esclarecido pelo delegado Cleiton Pinho, da Delegacia de Homicidios de Mossoró. Segundo ele, no dia do ocorrido, 7 menores, entre eles a vítima Emerson de Oliveira, fugiram do CEDUC Mossoró após romper os cadeados dos alojamentos e o do “castigo”.

Foram do presídio, um menor (não podemos citar o nome) teria se desentendido com Emerson, quando este teria sido acusado de X9, ou seja, teria lhe entregado a direção do CEDUC. O menor contou que desferiu facadas na vítima.

Entretanto, estas facadas não perfuraram Emerson, segundo relata o delegado Cleiton Pinho. Emerson teria sido forçado ao desmaio por um golpe conhecido por “mata leão”, que teria sido aplicado possivelmente por Gilmário Gomes do Nascimento, 18 anos.

Após isto, cavaram uma cova rasa e o enterraram vivo. Após o crime, os outros seis menores retornaram ao CEDUC.

O delegado Cleiton Pinho disse que todos participaram, mas no caso indiciou apenas o Gilmário, por ter 18 anos. Os demais serão investigados pela Delegacia de Menor Infrator de Mossoró.

Por Cassinho Morais
Com informação do DE FATO
Anterior Proxima Página inicial
Postar um comentário