16/01/2014

Getúlio Rego nega que Democratas esteja excluído das articulações para chapas eleitorais de outubro


O deputado estadual Getúlio Rego (DEM), líder do governo na Assembleia Legislativa, afirmou que o Democratas não está isolado no
processo de articulação política para as eleições de outubro.

Segundo ele, o PMDB tem mantido diálogos com o DEM. "O senador José Agripino tem conversado com as lideranças do PMDB", frisou.

O parlamentar disse ainda que o DEM potiguar não teme ficar isolado do processo eleitoral deste ano. "Não podemos isolar o povo", acrescentou.

Segundo Getúlio, o único veto do DEM é em subir no mesmo palanque do PT. Ele alega que não há condições principalmente após as declarações da deputada federal Fátima Bezerra acusando a governadora Rosalba Ciarlini de caloteira. "Só não conversamos com o PT. Você mesmo viu o que a deputada fez. O PT só quer se oportunizar. Quero que a deputada prove que Rosalba é caloteira", desafiou.

Sobre a possibilidade de Rosalba não disputar a reeleição, Getúlio disse que a legislação garante a ela esse direito. No entendimento do líder do Governo, a chefe do Executivo estadual não está preocupada com isso. "A governadora está interessada em governar um Estado que foi mal gerenciado na última década", acrescentou.

O parlamentar alegou que o DEM ainda não discute candidaturas. "Ainda não estamos debatendo quem será candidato. Nem a oposição tem candidato", destacou.

Lembrando da postulação do vice-governador Robinson Faria (PSD), "Robinson é candidato de si mesmo", ironizou.

Para Getúlio Rego, o mais importante na atual conjuntura é buscar alternativas para melhorar a situação administrativa do Estado. "O Rio Grande do Norte precisa de equilíbrio para o Estado sair dessa situação e seguir sendo reconstruído. Temos que pensar em instrumentos para resgatar o nosso Estado. A governadora está fazendo a parte dela", concluiu.

Ao voltar a abordar as críticas de Fátima Bezerra, Getúlio defendeu a honra da governadora. "Não há queixas na esfera moral contra Rosalba. Precisamos de maturidade e equilíbrio", avaliou.

PROJETO

Sobre o projeto político de tentar a reeleição, Getúlio disse que ele e o secretário estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Leonardo Rego, ainda não sabem o que vão disputar. "Esse é um assunto para ser resolvido mais à frente", concluiu.
Anterior Proxima Página inicial
Postar um comentário