14/01/2014

EM AFONSO BEZERRA, MULHER É AGREDIDA E POR POUCO NÃO FOI ESTUPRADA EM FRENTE A SEUS FILHOS MENORES.


Uma mulher de 24 anos, identificada por Arleide Maria Martins, procurou a polícia para pedir socorro e dizer que sofreu

momentos de terror em sua própria residência na Fazenda Amapá, próximo da comunidade de Baixa do Meio em Guamaré.

Segundo Arleide, ela contou a autoridade policial, que se encontrava sozinha com seus três filhos menores, quando um homem identificado por Wanderley Mendes da Silva (21 anos), mas conhecido na fazenda por Bozó, chegou até a porta de sua residência e pediu um pouco de água.

Quando ela foi buscar, ele tentou adentrar na residência, ela pediu para que ele não entrasse na casa, pois ela se encontrava sozinha com os filhos menores, ao fechar a porta da frente, o acusado insistiu e pulou a janela sem permissão, momento este que ele foi de logo agarrando a vitima pela o pescoço e exigindo que ela cedesse o seu corpo para ele.

Arleide “vitima” começou a gritar assustando os filhos que entraram em Pânico, uma das crianças de poucos meses de nascido, procurou o consolo da mãe, mas nada ela pôde fazer, pois se encontrava em uma luta corporal tentando se defender dos assédios de Bozó.

Segundo a vítima, diante dos gritos dela e das crianças, seu esposo que vinha já chegando a casa, ouviu gritos que vinha de sua residência, foi nesta hora que Felipe, esposo de Arleide, correu a atrás do acusado que fugiu para dentro do mato abandonando sua moto, Felipe revoltado destruiu o veiculo e procurou a policia.

O autor fugiu do local a pé e ficou escondido em local não sabido até a última quarta feira, dia (08). Quando uma denúncia anônima dava-se de conta que seu irmão identificado por Sergio Mendes da Silva (24 anos) estava ameaçando a família da vitima de morte na fazenda Amapá.

A polícia saiu em diligência e conseguiu prender Sergio, mas conhecido por Cá monja, ele é irmão do acusado. Feito algumas perguntas por parte do delegado, Sergio revolveu cooperar, e dizer onde seu irmão Bozó estava escondido desde o fato ocorrido.

A policia foi até a COHAB, distrito de Macau em local identificado pelo o próprio irmão, quando os agentes chegaram ao local, Bozó não teve alternativa de fuga, pois a casa foi toda cercada. Ele se entregou a policia alegando inocência.

Wanderley foi conduzido à delegacia de policia de Guamaré, onde se encontrava detido, mas deve ser encaminhado a 5ª Regional de Macau para ser ouvido pelo o competente delegado Delmonitê Falcão. O delegado também ouvirá a vitima e uma das crianças de seis anos de idade que viu tudo.

Bozó nega com todas as letras e jura por todos os Deuses que é inocente, e que a versão da dona de casa é mentirosa e que vai com a ajuda de Deus provar sua inocência.(Com informações da policia militar

via Notícias RN
Anterior Proxima Página inicial
Postar um comentário