27/01/2017

Maternidade de Apodi está sob riscos de fechar as portas



O vereador Charton Rêgo demonstrou preocupação com o possível fechamento da Maternidade Claudina Pinto, em Apodi, porque o atual prefeito se nega a conversar com funcionários da entidade.

Charton fez uma extensa explanação sobre os todos os serviços oferecidos pela Maternidade em Apodi, que vai além de 500 partos anuais, mas também é lá onde se pratica as chamadas cirurgias eletivas, das quais o vereador citou cirurgias de hérnias, histerectomias, fimoses, realização de alguns exames laboratoriais, entre outras coisas.

Desde que assumiu a prefeitura, o prefeito de Apodi vem sendo orientado a ignorar a existência e a importância da unidade, e até o momento nenhuma proposta da prefeitura foi feita.

Alan sequer admite a possibilidade de sentar com os servidores da unidade, que diga-se de passagem, eram seus colegas de trabalho até dezembro do ano passado.

Alan era bioquímico da Maternidade, e nesse momento está correndo o risco de ser ele o responsável pelo fechamento dessa importante entidade apodiense.

O vereador se mostrou bastante preocupado e demonstra que irá lutar para que Alan não feche a Maternidade de Apodi.
Anterior Proxima Página inicial
Postar um comentário