05/01/2017

Apodi: Universitários já admitem que prefeitura não tem como arcar integralmente


 

A maior luta empreendida no governo de Flaviano foi travada junto aos estudantes universitários, que durante quase 2 anos tiveram gratuidade no transporte escolar, mas que com a crise vieram algumas impossibilidades, e os alunos tiveram que arcar com parte do custeio do transporte. 

Algumas reuniões foram travadas, algumas propostas encaminhadas, mas a decisão era sempre a mesma: nada além da gratuidade. Flaviano foi cobrado por isso até o dia da eleição, e acredita-se que esse tenha sido seu pior inimigo, um dos fatores mais importantes para sua derrota diante as urnas eleitorais. 

Em meio a idas e vindas, a denúncias e manifestações, o prefeito terminou o mandato dá mesma forma que começou, bancando integramente o custeio de ônibus e gasolina. 

Mas, iniciado seu mandato, eis que uma nova esperança surgiu, e tão rápida foi a reunião entre prefeito e universitários, foi a mudança de pensamento dos próprios alunos, que já admitem (segundo matéria da prefeitura) a impossibilidade do governo municipal assumir integralmente o transporte universitário. 

“Discutimos e ficou acertado um auxílio bastante satisfatório e que atende aos anseios dos estudantes. Nós sabemos que o município não tem como arcar com o valor integral”, comentou. Era o que dizia a matéria. Prefeitura retoma diálogo com universitários e garante auxílio nos transportes

Pois é ... Vá entender !!
Anterior Proxima Página inicial
Postar um comentário