03/07/2016

Adutora do Alto Oeste vai operar na próxima semana, diz governo federal


O Ministério da Integração Nacional informou que a adutora do Alto Oeste, que vai abastecer 26 municípios da região e beneficiar 208 mil pessoas, deve entrar em operação na próxima semana, após o término dos testes que estão sendo realizados em sua estrutura. Tão logo essa etapa seja concluída, o equipamento deverá ser inaugurado. No entanto, ainda não foi definida a data do evento.

Apesar de a obra estar sob responsabilidade da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) e futuramente, quando em funcionamento, ser operada pela Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), a adutora será inaugurada pelo governo federal, que financiou a sua construção.

Essa é uma das obras mais aguardadas pela população do interior do estado e uma das prioridades da administração estadual no combate aos efeitos da estiagem. Na semana passada a Semarh havia informado que a adutora ficaria pronta para entrar em funcionamento já na última quinta-feira (30), quando seriam finalizados os testes de operação e consertados vazamentos na estrutura. Contudo, por meio de sua assessoria de imprensa, o Ministério da Integração confirmou ao NOVO JORNAL que esses testes só serão concluídos na semana que vem.

“As estruturas da adutora do Alto Oeste estão em fase final de testes com a conclusão prevista para a próxima semana. Após a finalização dos testes, a obra será inaugurada”, afirmou o Ministério por email.

Em contato com a reportagem, o titular da Semarh, Mairton França, justificou que o serviço sofreu um atraso: “Estamos concluindo os testes, houve um pequeno atraso com relação à ligação da energia nos equipamentos, mas já foi solucionado. Estamos aguardando que o Ministério da Integração indique um dia para a inauguração”.

A adutora do Alto Oeste estava paralisada desde 2013 e teve as obras reiniciadas na gestão de Robinson Faria. Ela será uma das mais importantes do estado, com quase 280 quilômetros de extensão. Concluída, a obra beneficiará a população das cidades de Itaú, Rodolfo Fernandes, Tabuleiro Grande, Riacho da Cruz, Umarizal, Olho D’água dos Borges, Lucrécia, Frutuoso Gomes, Antônio Martins e João Dias.
Anterior Proxima Página inicial
Postar um comentário