16/06/2014

Caraubenses se defendem de acusações de tráfico interno de pessoas, estelionato, falsidade ideológica e formação de quadrilha


Nota na Integra:
Pela presente, transtornadas com as acusações infundadas desferidas pelo Sr. Gustavo Henrique Ribeiro de Vasconcelos, ex-marido de Veruza Braga da Silva, inconformado com o fim da relação de união estável vivida por 04 (quatro) anos, cumprimos o dever de informar a este a imprensa, que são totalmente inverídicas as referidas acusações, tratando-se de crimes contra a honra das signatárias da presente, uma vez que nunca, em momento algum, houve qualquer extorsão, prostituição, favorecimento à Prostituição, estelionato, etc.

A verdade absoluta é que o casal se conheceu na cidade do Recife, capital do Estado de Pernambuco, apaixonou-se, e foram morar juntos no apartamento do Sr. Gustavo. Houve de fato uma união estável precedida de um namoro baseado somente em verdade!

Durante essa união estável, o Sr. Gustavo, na ânsia de agradar toda a família, presenteou a esposa e a sogra com um veículo, e tão somente. Foram anos de convivência marital que foi rompida devido à Síndrome da Bipolaridade porque sofre o Sr. Gustavo, obrigando-o a tomar fortes medicamentos psiquiátricos. O fim do relacionamento ocorreu após uma agressão física sofrida por Veruza.

A família não sossegará enquanto esse dano incomensurável à honra de todos for reparado, e o Sr. Gustavo pagar por todos os crimes que cometeu na divulgação das calúnias através de seus advogados.

Por Cassinho Morais
Fonte: Icém Caraúbas 
Anterior Proxima Página inicial
Postar um comentário