23/06/2014

Brasil goleia Camarões por 4 a 1 e pega Chile nas oitavas


UOL – Que Neymar era o principal nome do Brasil para a Copa em casa ninguém discordava. Mesmo quem não gosta do atacante sabia que, se a seleção brasileira dependesse em algum momento do Mundial de um lampejo de craque, de uma jogada individual, a possibilidade de que essa saísse do pé do camisa 10 era enorme. 

O que ninguém esperava, talvez, é que o Brasil chegasse às oitavas quase que apenas por causa das jogadas de Neymar e pela ajuda de um elemento surpresa: Luiz Gustavo, aquele que assume que não é tão conhecido da torcida. Foi assim, inclusive nesta segunda-feira: de novo com sofrimento, o Brasil bateu Camarões por 4 a 1 e se classificou – não, o placar não mostra a dificuldade da partida.

Com sete pontos, a seleção brasileira foi a líder do Grupo A da Copa do Mundo que sedia – mas só pelo saldo de gols, ficando à frente do México por 5 a 3. Pegará o Chile nas oitavas de final, seleção a qual já bateu por duas vezes nesta fase em Copas passadas. 

O futebol precisa melhorar, porém. Depender só de Neymar pode, em um dia ruim do jogador, significar o fim de torneio para a seleção. O próximo passo para acabar com o “fantasma de 1950″ ocorre no próximo sábado, no Mineirão, às 13h – Brasil e Chile fazem o primeiro jogo da segunda fase da Copa.

Por Cassinho Morais

Anterior Proxima Página inicial
Postar um comentário