27/04/2014

Mais de 2 mil se despedem de gerente morto em assalto a Correios


Cortejo fúnebre de Arni Praxedes reuniu centenas de pessoas em Patu (Foto: Bruno Campelo/G1)

Mais de 2 mil pessoas - entre elas familiares, amigos e colegas de trabalho, se reuniram na manhã deste sábado (26) para o último adeus a Arni Praxedes de Melo, de 51 anos - gerente dos Correios na cidade de Patu, cidade da região Oeste potiguar. Ele foi morto com um tiro na cabeça por criminosos durante um assalto ocorrido na agência em que trabalhava na manhã desta última quarta-feira (24). Arni deixa mulher e dois filhos.

"Era um homem bom que só estava fazendo o seu trabalho", disse Talison Layala Praxedes de Lima, de 26 anos, filho mais velho de Arni. Em entrevista ao G1 no dia do crime, Talison disse que a família vive um momento de muita dor. “Estamos encarando da pior maneira possível. Foi algo inesperado", acrescentou.

Por causa da morte de Arni, a Prefeitura de Patu decretou luto oficial de três dias. Segundo a prefeita Evilásia Gildênia de Oliveira, o gerente era uma pessoa ilustre do município e “sua obra, o seu legado e seu exemplo de vida devem servir de estímulo para os patuenses”

Fonte: G1RN
Anterior Proxima Página inicial
Postar um comentário