06/01/2014

Petição on-line pede a cassação do Desembargador que humilhou garçom


Uma petição pública online no site da Avaaz, especializado no assunto, requer ao Conselho Nacional de Justiça a demissão do desembargador Dilermando Mota, “por abuso de autoridade”.
Clique aqui para visualizar, assinar ou compartilhar o documento

A requisição foi feita em 30 de dezembro, um dia após o episódio protagonizado pelo desembargador na Padaria Mercatto, onde ele foi acusado de agredir um garçom, motivo pelo qual o empresário Alexandre Azevedo saiu em defesa do funcionário.

“O comportamento de sua excelência seria inaceitável vindo de qualquer um, mas se torna ainda mais absurdo, porque vem de um servidor público que deveria ser exemplo de boa conduta e símbolo da justiça. Digamos não a essa incivilidade que desonra o Poder Judiciário do Rio Grande do Norte e envergonha todos os cidadãos brasileiros”, diz a descrição do documento, criada em nome de um usuário de nome “Wernderson S.”.

O documento deverá ser entregue ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) quando atingir 10 mil assinaturas. Até a publicação desta reportagem, 6.779 pessoas tinham assinado o texto. A entrega deverá ser feita pelo próprio usuário que a criou. Qualquer pessoa, entretanto, pode oficiar o CNJ da existência do documento.
Uma vez que a petição seja entregue ao CNJ, estará configurada uma provocação formal do Conselho, que deverá abrir pedido de providências sobre a conduta do desembargador.

Em fevereiro do ano passado, uma petição com mais de um milhão de assinaturas foi entregue ao Senado Federal contestando a posse de Renan Calheiros como presidente do Congresso Nacional.

Via Jair Sampaio
Anterior Proxima Página inicial
Postar um comentário