15/01/2014

“Devolução de recursos é prova da forma amadora que o Estado é administrado”.


Jornal de Hoje: O deputado estadual Kelps Lima, do Solidariedade, não ficou satisfeito com a devolução de R$ 12 milhões em recursos enviados pelo Governo Federal por falta de projetos do Governo do Estado. Porém, é bem verdade que surpreso, o gestor não ficou. Afinal, segundo ele, isso é só mais uma comprovação da falta de gestão profissional de Rosalba Ciarlini (DEM) no Rio Grande do Norte.

Segundo Kelps Lima, no Governo do Estado faltam pessoas capacidades para elaboração de projetos e a devolução de recursos, justamente, por essa ausência, é uma prova disso. “Eu acredito que essa devolução de recursos é só mais uma mostra da forma amadora que o Estado é administrado por este governo”, afirmou Kelps Lima, acrescentando que “quando a gente abre essa discussão de ocupação responsável de cargos comissionados, por técnicos e pessoas qualificadas, parece que estamos pregando no deserto”.

Na edição desta segunda-feira, O Jornal de Hoje noticiou a devolução de R$ 12 milhões para os cofres do Planalto, segundo a Secretaria Nacional de Segurança Pública. O Rio Grande do Norte foi o segundo estado a devolver mais recursos pela falta de projetos, ficando atrás apenas de São Paulo.

Para Kelps Lima, por sinal, a falta de uma gestão profissional não é problema apenas da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesed) – a qual o secretário, Aldair da Rocha, deverá ser candidato a deputado estadual neste ano. “Não é só lá. Estamos num Estado que é sede da Copa há quatro anos e o Governo não nomeou nenhum cargo comissionado que fale inglês. A Falta de medicamentos na rede pública, é consequência da ausência de uma política de logística e compra de medicamentos, que não torne a administração apenas refém dos contratos emergenciais”, afirmou Kelps Lima.
Via:Expresso da Noticia
Anterior Proxima Página inicial
Postar um comentário